10 dicas para fortalecer seu cérebro

Você já parou para pensar o quanto é importante é manter nossa mente sadia?! Então confira agora 10 dicas para fortalecer seu cérebro.

.
[read more]

10. Notícias construtivas.
Alimente seu cérebro com boas notícias. Evite notícias de morte e desgraça, inclusive alguns programas sensacionalistas e noticias jornalísticas que não acrescentam em nada no seu saber. Essa dica também vale para filmes violentos e de terror. Seu cérebro não consegue identificar o que é realidade e ficção, então tudo que você “mostra” a ele, ele capta e absorve aquela informação como verdadeira.
.

9. Durma como os anjos.
Suas horas de sono valem ouro para seu cérebro. Organize a noite de maneira que você consiga dormir uma hora mais cedo do que o habitual. Faça uma refeição leve, sem álcool. Um pequeno lanche bem saudável, como suco ou chá com torradas antes de dormir. Desconecta-se. Evite telas ou luzes brilhantes, ou ruído alto. Lembre-se: o ideal é ter 8 horas de sono contínuo.
.

8. Faça caça-palavras.
Sabe aquela revista passatempo em você vê na casa da sua avó. Então pega o hábito como ela e faça palavras cruzadas, caça-palavras, jogo da memória. São atividades bem estimulantes que ajudam na concentração e na memória do seu cérebro. Para os mais modernos há versão dos jogos em aplicativos.
.

7. Pratique um exercício.
Praticar alguma atividade física é super saudável para o corpo todo. Mas para o seu cérebro é mais ainda, pois a prática de se exercitar estimula os hormônios da saciedade e do bem-estar. Além de ajudar no controle de peso e um ótimo aliado para combater o estresse do dia a dia. O exercício traz benefícios significativos para o cérebro a curto e a longo prazo.
.

6. Faça sexo (ou amor o que preferir).
A prática sexual é muito importante para o funcionamento do nosso organismo. Tem os mesmos benefícios da atividade física, mas com um Q a mais que é a oxitocina (hormônio do amor). Na relação sexual, seu corpo também produz dopamina, substância que combate os hormônios do estresse, e endorfinas, ambos responsáveis pela sensação de felicidade, euforia e bem-estar. Seu cérebro agradece essa folga e essa carga de prazer.
.

5. Faça check-up com o médico.
Não tem desculpa para aquela dor de cabeça insistente, ou aquela tontura de vez em quando ou aquela gripe que vai e volta. Problemas como pressão alta, o tabagismo, o diabetes tipo 2 e as doenças cardíacas estão relacionados a uma diminuição da função cerebral, por isso é importante identificar cedo e tratar esses problemas. Não ignore os sinais do seu corpo.
.

4. Seja sociável.
Ter contato com pessoas ou animais que nos desperta bem-estar e amor é super benéfico para o bom funcionalmente de nossos neurônios. Convide os amigos para um jantar, telefone para um membro da família ou apenas leve o cachorro para passear e converse com outras pessoas passeando com seus pets. Vale também para pequenas atividades em grupo como ir a igreja, um passeio no parque ou até mesmo uma ida ao shopping. Seja visto!!!
.

3. Se você gosta tenha um pet.
Não importa se é um peixinho douradinho ou um super cão cheio de amor. Afagar um bichinho durante dez minutos, por exemplo, pode aumentar de forma significativa os níveis de oxitocina, caso os seres humanos de suas relações não estiverem disponíveis. Atenção!! para ter um bichinho seja responsável, pois é uma VIDA!
.

2. Tenha experiências novas.
O novo sempre traz aquela ansiedade gostosa de descobrir algo novo. Tente uma nova receita, ou faça compras em um lugar diferente e adquira um ingrediente que você nunca usou. Como qualquer outra experiência nova, sabores não familiares estimulam a formação de neurônios novos e também é possível aproveitar essa oportunidade para escolher alimentos ricos em antioxidantes (que aumentam a capacidade mental), gorduras saudáveis e carboidratos não processados.
.

1. Relaxe e rejuvenesça.
Você tem o poder de criar dentro de você a sua própria fonte da juventude. Se você está sofrendo com o estresse, reserve um tempo para pensar sobre o que o está causando. Decida se existem ações a serem tomadas. Diga “não” às pessoas tóxicas. E reserve algum tempo para si próprio. É importante fazer isso porque o estresse crônico inibe o crescimento cerebral e sua plasticidade, favorecendo a inflamação no corpo. A meditação, a ioga ou um exercício de relaxamento podem ser úteis.
.
[/read]

 

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *