10 mandamentos bíblicos explicados

Aos pés do Monte Sinai, Moisés recebeu os Dez Mandamentos inscritos em duas tábuas, das mãos de Deus, conforme registrado no antigo testamento. Mas você sabe quais são os dez mandamentos da bíblia? Então confira agora os 10 mandamentos da bíblia de forma explicada.

[read more] .

10. Não cobice. — Êxodo 20:17
Cobiçar algo de alguém é desejar invejosamente o que não foi destinado a você. Esse mandamento nos proíbe cobiçar o bem dos outros, raiz de onde procede o roubo e a fraude, o assassinato, entre outras práticas ruins. Novo testamento: Lucas 12:15
.

9. Não dê falso testemunho. — Êxodo 20:16
Testemunhar falsamente para prejudicar alguém também é um forma de pecar gravemente. O falso testemunho está dentro de nós como mentira, como abrandamento da verdade. Estar do lado da verdade, defendê-la, é um ato de justiça e de amor a si mesmo e aos outros. Novo testamento: Efésios 4:25
.

8. Não furte. — Êxodo 20:15
O desejo de possuir algo que não é seu, é uma intenção má que está dentro de nós. Não se trata somente de não roubar algo de uma pessoa, e sim de não roubar a pessoa em si, ou seja, privá-la do seu tempo, da sua dignidade, do seu futuro, da justiça, da paz. A raiz do “não roubar” também é o possuir: rouba-se porque não se está satisfeito com o que se tem, invadido pelo desejo de ter e acumular. Novo testamento: Efésios 4:28
.

7. Não cometa adultério. — Êxodo 20:14
A mulher e o homem não são uma coisa que se deseja, que pertence a alguém como objeto. Deus une dois corpos em matrimônio e a sexualidade é um presente ao casal para procriação. Esse mandamento significa a integração da sexualidade na pessoa, ou seja, sua unidade interior, corporal e espiritual. Por isso não podemos desejar homem ou mulher do próximo por mais tentador que seja. Novo testamento: Hebreus 13:4
.

6. Não matarás. — Êxodo 20:13
Há muitas formas de matar alguém, e não somente com armas. Mata-se também com a língua, com a ignorância, com o silêncio. Não matar significa também defender a vida, sempre, e não somente quando se pode ou convém. Em tempos de crise, também temos que ficar atentos aos suicídios, que muitas das vezes são cometidos pelo desprezo humano, pela dor, pela depressão. Novo testamento: 1 João 3:15
.

5. Honre os pais. — Êxodo 20:12
Esse mandamento essencialmente é dirigido aos filhos. Mas engloba toda uma conexão familiar. Como filhos, temos um pai e uma mãe, não podemos abandonar, desrespeitar, machucar. Porém sob a nova ética social, filhos que também tem a paternidade renegada por seus genitores, esses estão tão em pecado como os filhos desonrosos. Quem honra pai e mãe respeita sua própria história e as memórias familiares. Novo testamento: Efésios 6:1, 2
.

4.  Guardar Domingos e festas de guarda — Êxodo 20:8-11
Deus descansou ao sétimo dia da criação do mundo. Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus, por isso há religiões  que guardam o próprio sábado. Mas o significado do mandamento é o repouso. A festa e, portanto, o repouso do trabalho, é o espaço oferecido para a intimidade com Deus. Novo testamento: Hebreus 10:24, 25
.

3. Não use o nome de Deus em vão. — Êxodo 20:7
Blasfemar sobre as coisas santas é um pecado contra a Deus. De quantas maneiras podemos insultar, blasfemar, humilhar e alterar a verdadeira essência cristã.  É fácil usar o nome de Deus adaptando-O às nossas próprias necessidades. Há muitos falsos profetas que abusam dos outros, especialmente das pessoas enfraquecidas espiritualmente, em nome de Deus. Novo testamento: Mateus 6:9
.

2. Não pratique idolatria. — Êxodo 20:4-6
Se Deus é o Criador do universo e de tudo que habita nele, esse mandamento diz que devemos somente adora-lo e não dividir as atenções com falsos deuses. A Bíblia diz que são “ídolos mudos”, que não podem salvar o coração do homem em sua mais desconhecida necessidade de amar e ser amado. Novo testamento: 1 Coríntios 10:14
.

1. Amar a Deus sobre todas as coisas — Êxodo 20:3
É o amor mútuo porque Deus nos amou primeiro e nós devemos corresponder amando-O de volta. O amor a Deus implica rejeição aos falsos deuses. E renúncia a todo tipo de idolatria e superstição criada pelos homens. É a confiança e entrega espiritual à as escrituras sagradas: A bíblia. Mas também é a renúncia a incredulidade, heresia, apostasia e cisma, sacrilégio e o agnosticismo. Novo testamento: Apocalipse 22:8, 9

[/read]
Veja Também

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *