10 benefícios que você paga para políticos e provavelmente não sabia

Não é novidade para ninguém que há uma estrutura gigantesca utilizada para manter a classe política no Brasil. Mas muita gente desconhece maiores detalhes de quão grande pode ser essa estrutura. Por isso trouxemos aqui dez coisas que certamente ninguém concordaria em pagar para os políticos, mas paga mesmo assim.
.

10. Despesas com alimentação
Deputados podem solicitar à Câmara o reembolso de todos os seus gastos com alimentação, exceto bebidas alcoólicas. Também é proibido pedir ressarcimento pelo que foi consumido por terceiros, embora não haja um controle muito efetivo e notas contendo 5 rodízios sejam facilmente reembolsadas.

9. Contratação de segurança pessoal
Além de serem naturalmente mais protegidos pela polícia do que os cidadãos comuns, cada deputado também conta com uma verba que pode ser utilizada para contratar empresas de segurança privada.

8. Aluguel de automóveis
Deputados e senadores só andam a pé se quiserem. Além de poderem alugar carros, há ainda uma cota mensal de combustíveis e lubrificantes. E tem mais: despesas com táxi, pedágios e estacionamento também são cobertas pela Câmara e pelo Senado.

7. Verba de Gabinete para contratação de pessoal
Cada deputado tem o direito de contratar para trabalhar em seu gabinete até 25 assessores. Já o senadores podem contar com até 55. Vale lembrar que esses cargos podem ser ocupados por pessoas sem nenhum conhecimento técnico.

6. Divulgação de atividade parlamentar
Deputados e senadores também podem utilizar dinheiro público para imprimir informativos, criar sites, contratar pessoal para criação de conteúdo digital e até comprar matérias em publicações especializadas a título de prestação de contas aos eleitores.

5. Contratação de consultorias
Se algum deputado precisar de estudos técnicos para embasar um projeto de lei ou algo do tipo, pode contratar uma consultoria ou empresa de pesquisa. O problema é que há alguns anos descobriu-se que muitos desses trabalhos pagos pela Câmara não passavam de plágios da internet.

4. Manutenção de escritórios
Além dos gabinetes em Brasília os deputados têm direito a verba para manter escritórios próprios em seus estados. A verba cobre despesas de aluguel, condomínio, IPTU, água, luz, internet, locação de móveis e equipamentos, assinatura de TV a cabo e até licenças de software.

3. Fretamento de aviões
Se for da vontade dos deputados, é possível deslocar-se pelo país utilizando avião fretado, basta que não haja vôos comerciais para o destino pretendido. Aliás, se quiser um deputado pode fretar até um barco com dinheiro da Câmara.

2. Auxílio-Moradia
No centro de algumas polêmicas atualmente, o auxílio é pago aos deputados que não possuem imóvel em Brasília e não ocupam um dos apartamentos funcionais. No entanto, graças ao controle sempre frouxo da Câmara, vários deputados recebem o benefício indevidamente.

1. Plano de saúde vitalício
Após completarem 180 dias de mandato os senadores passam a contar com plano de saúde ilimitado para si, seu cônjuge e filhos. Ou seja: qualquer despesa médica paga pelo contribuinte para o resto da vida.


DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE O POST
Lista 10 © 2007-2017