10 curiosidades sobre a segunda guerra mundial

A lição hoje é de história. Vamos conhecer agora 10 curiosidades sobre a segunda guerra mundial.

[read more] .

10. Bota pressão.
Após a Alemanha invadir a Polônia, em 1º de setembro de 1939, os britânicos e os franceses não demoraram em declarar guerra contra os nazistas. No entanto, nada aconteceu durante os oito meses seguintes. Nenhuma batalha, movimento militar, rebelião, treta. Nada!
.

9. Era mentira!
Esse período ficou conhecido como “Guerra de Mentira”. Mas, infelizmente, terminou bruscamente e violentamente quando as tropas de Hitler invadiram a França em 1940. O país se rendeu apenas seis semanas depois, no dia 22 de junho, e 8 milhões de civis fugiram em massa para as províncias localizadas mais ao sul para escapar dos ataques alemães.
.

8. Estratégia maldita 
O Japão escolheu atacar Pearl Harbor especificamente em um domingo por pensar que os norte-americanos estariam de “bobeira” nesse dia, pois era o tipicamente o dia de descanso no Ocidente. Então, após sobrevoar a base naval dos EUA, quando o comandante japonês Mitsuo Fuchida gritou as famosas palavras “Tora! Tora! Tora!” (“Tigre! Tigre! Tigre!”, em tradução livre), ele estava informando seus compatriotas que o ataque tinha ocorrido como planejado.
.

7. O suicídio de um líder
Heinrich Himmler, um dos principais líderes nazistas, foi responsável por formar a força-tarefa incumbida de construir os campos de extermínio e acompanhou as obras de perto. Fato que o torna um dos principais responsáveis pela morte de 6 milhões de pessoas durante o holocausto. Himmler foi preso pelos britânicos em 1945 e chegou a travar negociações de paz sem o conhecimento de Hitler, mas cometeu suicídio antes de ser julgado por seus crimes.
.

6. Campo de concentração
O famoso campo de concentração de Auschwitz, situado no sul da Polônia, foi o campo de extermínio mais “eficaz” construído pela equipe de Himmler. Entre os anos de 1940 e 1945, mais de 1,1 milhão de pessoas foram mortas no local. Para você ter uma ideia do número de mortos é superior à soma das fatalidades dos EUA e do Reino Unido durante toda a Segunda Guerra Mundial. O pior é que, dos 7,5 mil funcionários de Auschwitz, apenas 750 foram punidos.
.

5. Sangue nas mãos
Enquanto Auschwitz se tornou famoso pelo número de mortos, Buchenwald, na Alemanha, entrou para a História como o mais brutal. Milhares de pessoas teriam morrido por conta de fome, doenças e experiências médicas, muitas faleceram nas mãos de Martin Sommer, o sargento no comando do campo. Ele costumava abandonar suas vítimas penduradas pelas mãos em árvores de um bosque próximo, pois que o bosque ficou conhecido como “floresta que canta” devido aos gritos de dor.
.

4. Mais uma batalha
A Batalha de Stalingrado é considerada um dos conflitos mais cruciais e dramáticos da Segunda Guerra Mundial. O cerco à cidade durou cerca de seis meses e acabou com os soviéticos evitando a invasão nazista no país. O número estimado de mortos é em torno de 1,8 milhão de pessoas, o evento ficou conhecido como a batalha mais sangrenta da História.
.

3. O dia D
Em 06 de junho de 1944 ficou marcado com o “Dia D” porque foi o início da invasão das tropas aliadas na Europa, até hoje é considerado a maior operação naval, aérea e terrestre da História. Durante esse evento, mais de 20 mil paraquedistas aterrissaram na França ocupada pelos nazistas, e cerca de 104 mil militares desembarcaram nas praias da Normandia.
.

2. Cidade Luz
Paris foi liberada no dia 25 de agosto de 1944, quando as tropas aliadas livraram a cidade da ocupação nazista. Os militares não teria conseguido sucesso se não fosse pela ação da resistência francesa, que já havia expulsado a maioria dos soldados alemães quando os oficiais chegaram.
.

1. O fim
A Segunda Guerra Mundial só terminou oficialmente no dia 2 de setembro de 1945, quando os japoneses se renderam a bordo do navio USS Missouri. Registros de historiadores relatam que o motivo da rendição não foram as bombas de Hiroshima e Nagasaki, mas sim o iminente risco de o Japão ser invadido pela tropas soviéticas.
.

[/read]
Veja Também

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *