premios 10 coisas que você pode ganhar na internet
9 10 segredos sexuais de celebridades
12 10 fotos proibidas para quem tem TOC

10 casas únicas e bizarras ao redor do mundo

Lembra daquela música “Era uma casa muito engraçada…” ? Então veja neste post exemplos reais dessa música:

(mais…)

Favoritar

10 fotos do antes e depois de usuários de drogas

O gabinete do xerife do Condado de Multnomah, no Estado de Oregon, nos Estados Unidos, organizou algumas imagens de usuários de drogas pesadas, que mostram o antes e o depois das mesmas. As fotos servem de alerta para mostrar os efeitos reais das drogas.

(mais…)

Favoritar

10 fotos do cotidiano bizarro da Barbie

A fotógrafa canadense Mariel Clayton, é uma artista que se descreve como uma: Fotógrafa de bonecas com um senso de humor subversivo. Sua obra consiste em criar situações bizarras usando bonecos como a Barbie e o Ken. Confira algumas das imagens polêmicas:

(mais…)

Favoritar

10 fotos de acidentes que não fazem nenhum sentido

Embora os acidentes de trânsito são bem comuns, estas fotos vão deixar você sem entender como esses motoristas foram capazes de realizar tal façanha. Confira:

(mais…)

Favoritar

10 previsões para 2013

As dez “principais” previsões 2013 do Bruxo Chik Jeitoso. Por incrível que pareça, essas previsões são “sérias”. Confira:

Dica da @erikapl
Lista completa das previsões neste link

- Faça sua previsão nos comentários, vai que dá certo.

Favoritar

10 coisas bizarras que aconteceram em 2012

A Revista Super Interessante me convidou para listar os acontecimentos mais bizarros de 2012. Confira as dez coisas inacreditáveis que o mundo nos deu neste ano.

Clique Aqui para ler.

Favoritar

10 assustadoras decorações de Natal

Uma coisa que voa num trenó de renas, mora no fim do mundo e ainda invade sua casa a noite, já é algo bem assustador, e fica ainda mais com essas decorações de Natal bizarras. Confira:

(mais…)

Favoritar

10 pesquisas inusitadas (8)


Segundo Adriano Segal, psiquiatra ligado à Associação Brasileira para Estudos da Obesidade e Síndrome Metabólica (Abeso), as pessoas realmente engordam em relacionamentos estáveis devido a três fatores: Em primeiro lugar, os solteiros costumam ter uma preocupação maior com a forma por uma questão de aparência – eles querem se manter atraentes. Entre os casados há um segundo fator: eles são, em média, mais velhos do que os solteiros, e essa diferença de idade já explica, em parte, a dificuldade de manter a forma. Em terceiro lugar, Segal aponta uma questão que atinge os homens solteiros e que moram sozinhos. Muitas vezes, eles não sabem cozinhar. Fora de casa, eles acabam fazendo menos refeições. O especialista ainda afirma que, embora aconteça também entre as mulheres, o ganho de peso na relação é mais comum nos homens.


Pesquisadores da Universidade de St. Andrews, na Escócia, dividiram alguns estudantes voluntários em dois grupos e os convidaram a participar de um jogo – uma das turmas competiria com alunos da própria universidade (St. Andrews), enquanto a outra concorreria com uma instituição rival. Cada participante recebeu uma quantia em dinheiro e podia fazer duas escolhas: enriquecer sozinho ou arriscar a fortuna para ajudar o grupo. Ao contrário do que se imaginava, os homens com cara de mau eram os mais dispostos a cooperar com o grupo e arriscar toda a grana. Quando não havia rivalidade, esse grau de cooperação diminuía bastante.


Em um estudo realizado por cientistas da Universidade Kansas State – EUA, retomar o namoro com o ex costuma tender ao erro. Os casais desse tipo de relação podem ser muito mais impulsivos. Agindo assim, surgem cachorrinhos, aluguéis e filhos não planejados.
Isso acaba gerando uma grande insatisfação para todos os envolvidos, que ainda sofrem com problemas de comunicação, geralmente tomam decisões precipitadas que afetam todo o relacionamento, possuem autoestima mais baixa e são incertos sobre o futuro.


Publicado na revista PLoS One, o estudo do centro de pesquisas Monell, na Filadélfia, Estados Unidos,  revelou que os seres humanos podem identificar a idade de uma pessoa por meio de seu odor corporal. Os neurocientistas descobriram que os seres humanos são capazes de diferenciar os odores corporais de pessoas mais velhas (75-95 anos), adultas (45-55) e jovens (20-30). Além disso, os cheiros que para nós são mais suaves e agradáveis são aqueles de pessoas mais velhas, enquanto que os jovens emitem um odor pessoal mais característico e intenso, qualificado como “suado” ou “almiscarado”.


Os pesquisadores holandeses Maarten Bos, Ap Dijksterhuis e Rick van Baaren apresentaram os resultados de uma pesquisa onde foi testada a influência do nível de glicose no sangue em atividades feita de forma consciente e inconsciente. Ao tomarmos decisões, o inconsciente é confiável quando os níveis de glicose estão baixos, enquanto que deliberações feitas de forma consciente funcionam melhor quando a glicose está elevada.


Um estudo realizado com 600 usuários de iPhone, que responderam a uma pesquisa por meio de texto e voz, com questões sobre a quantidade de exercício semanal ou a quantidade de álcool consumida no último mês. As respostas por sms foram muito mais precisas, oferecendo, inclusive, dados numéricos, enquanto as entrevistas por voz continham explicações muito mais vagas.


Essa é a conclusão de um estudo realizado na Inglaterra pela London School of Economics e publicado na revista Psicologia Social.
Para alcançar este resultado, os pesquisadores compararam dois estudos sobre jovens americanos: um sobre as atitudes sociais e outro sobre sua inteligência. Com isso, descobriram que aqueles que dão mais importância à fidelidade têm um QI mais alto.
“Os homens inteligentes são mais propensos a exclusividade sexual”, disse Satoshi Kanazawa, um dos pesquisadores por trás do estudo, para a rede britânica BBC. Kanazawa explicou que os resultados não se aplicam a mulheres, que, de acordo com o especialista, elas são comparativamente mais monogâmicas que os homens ao longo da história.


Pesquisadores da Universidade de Florença, na Itália, revisaram estudos anteriores sobre as causas e efeitos da infidelidade e perceberam uma tendência mortal: homens que traem correm mais risco de sofrer infarto fatal. Um dos estudos revisados veio de uma universidade da Alemanha. Os pesquisadores de lá avaliaram casos de infarto durante o sexo. E a maioria dos homens que morreram nessas situações estava traindo suas mulheres. Em janeiro deste ano, o Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos, fez estudo semelhante. Após analisarem as autópsias de mais de 5 mil homens, eles descobriram que, entre aqueles que morreram durante o sexo, 75% estavam com as amantes.


A Universidade de Wake Forest, testou fotos dos lados esquerdo e direito do rosto de participantes. Depois reuniram alguns voluntários para avaliarem a beleza das fotos. As imagens que mostravam o lado esquerdo sempre foram classificadas como as mais agradáveis. E o resultado era o mesmo quando os pesquisadores espelhavam as fotos. Isso acontece porque, segundo a pesquisa, a bochecha esquerda é mais intensa, expressa mais emoções. Aí esse lado do rosto fica mais agradável e bonito.


Entre os diversos aspectos comportamentais que caracterizam um bom líder, a tendência a se sentir culpado pode não estar entre as mais citadas, mas um estudo desenvolvido na Escola de Negócios da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, aponta que essa característica é comumente encontrada em pessoas com potencial para liderar. Pesquisadores analisaram grupos de pessoas que fizeram testes de personalidade e identificaram se elas eram mais propensas a desenvolver sentimentos de culpa ou de vergonha em situações adversas, como derrubar vinho no tapete branco durante uma festa na casa de um colega de trabalho. Em seguida, desenvolveram atividades com os grupos sem designar um líder para cada um, pedindo que os participantes avaliassem as habilidades de liderança de cada colega. O resultado mostrou que as pessoas identificadas como propensas a sentir culpa eram constantemente as mesmas a assumir papéis de liderança durante as atividades.

Fontes: Estadão, Folha, G1, SuperInteressante e Universia

Favoritar

10 invenções antigas e bizarras

Conheça algumas “brilhantes” invenções de “gênios” da antiguidade.

(mais…)

Favoritar

10 rituais bizarros de culturas indígenas

Como hoje, dia 19 de abril é o Dia do Índio, fizemos uma compilação com dez rituais índigenas de tirar o fôlego.

avatarAborígenes australianos levam meninos para retirar o prepúcio do pênis sem anestesia, em seguida o garoto precisa se ajoelhar sobre um escudo próximo a uma fogueira. Além disso, ele tem que comer a própria pele crua e sem mastigar. Quando a circuncisão termina de cicatrizar eles sofrem outra “cirurgia”, nessa o órgão genital é cortado na parte inferior, próximo aos testículos. O sangue que escorre deverá cair em uma fogueira, isso significa purificação. Depois disso o homem é obrigado a se abaixar e urinar como uma mulher.
avatarOs meninos da tribo algonquinos são isolados do restante da tribo e enjaulados. Eles recebem uma substância chamada wysoccan que é quase cem vezes mais alucinógena que o LSD. O ritual consiste em fazer com os garotos esqueçam as lembranças da infância e então se tornem homens. O wysoccan é tão forte que muitos meninos perdem a memória da família e até da própria identidade, outros perdem até a fala. Quando alguns garotos ainda lembravam coisas da infância eles são levados novamente para o ritual.
avatarOs Matis, da floresta amazônica brasileira, realizam testes com os garotos da tribo para saber se estão habilitados a participar das caçadas com os homens. Os meninos recebem veneno direto no olho, segundo a tradição é para melhorar a visão e aguçar os sentidos. Em seguida são espancados e chicoteados e recebem um poderoso veneno de um sapo da região. Acredita-se que o veneno aumenta a força e a resistência que só acontece depois do garoto sofrer muitos enjôos, vômitos e diarreia.
avatarOs índios Kalankó praticam um ritual chamado “Serviço de Chão ou Mesa do Ajucá”. A finalidade da prática é curar as enfermidades por meio de consulta direta aos encantados. Um pano quadrado é posto no chão com um pouco de fumo e alho em cada uma das pontas. No começo do rito os indivíduos dão três voltas ao redor do pano fumando o campiô, uma espécie de cachimbo indígena. Acontecem também três rodadas de canto. O doente é encruzado por três vezes, com o campiô, maracá e alho. Depois da segunda ou terceira música o cantador diz receber uma energia encantada que faz com que ele receite remédios do mato, dê conselhos e consultas.
avatarO salto dos índios Vanuatu é um ritual para mostrar masculinidade e impressionar as mulheres e os deuses. Os garotos da tribo, com cerca de 7 ou 8 anos, tem que saltar de uma torre de 30 metros de altura com cipós amarrados nos tornozelos, a velocidade chega a 72 quilômetros por hora. O salto é considerado perfeito quando o menino consegue encostar a cabeça bem próxima ao chão. Como os cipós não são elásticos e o comprimento da corda pode ser calculado errado é muito provável acontecer sérios acidentes ou até a morte.
avatarUma tribo no Quênia, chamada Okiek, realiza um ritual de passagem com adolescentes de 14 a 16 anos. Tanto meninos e meninas tem os órgão sexuais circuncidados. Em seguida eles ficam separados de adultos do sexo oposto de quatro a 24 semanas. Quem participa do ritual tem que se pintar com argila branca e carvão, a fim de parecer selvagem e a partir de então receber orientações dos anciãos. Para piorar a situação dos jovens a circuncisão é feita com uma lâmina velha e suja que pode causar infecções. Nas meninas a circuncisão é feita com a remoção do clitóris o que as deixam incapacitadas de sentir prazer sexual. Caso alguma moça se recuse a passar pelo ritual ficará isolada da tribo.
avatarO ritual fúnebre dos índios Bororo pode levar até três meses, a demora é necessária para uma total putrefação da carne do defunto. Inicialmente o morto é posto em uma cova rasa no pátio da aldeia. Todo dia o corpo é regado a fim de acelerar a decomposição. Durante esse período são realizados muitos rituais com danças, comidas, bebidas e teatros. Ao completar os três meses o corpo é exumado e levado para um rio, onde os ossos são lavados para remover todo o resto de tecido podre. Os ossos limpos são colocados em cestas e levados para serem pintados. Essa mesma cesta, com os ossos já pintados, é levada ao rio e afundada na parte mais funda, sendo presa a um pau que fica com a ponta para fora do rio. O local é chamado de “morada das almas”.
avatarNa Amazônia uma tribo chamada Tukuna realiza um ritual com meninas que começam a menstruar. Durante quatro a 12 semanas elas ficam isoladas em um local construído pela família já com esse propósito. O que se acredita é que a moça está no submundo e correndo perigo por conta de um demônio chamado Noo. No final do ritual outras pessoas utilizam máscaras e se tornam reencarnações do demônio. Para se proteger do mal a moça passa dois dias com o corpo pintado de preto. No terceiro dia a garota é levada por parentes para festividades e dançam até o amanhecer. A menina recebe uma lança com fogo para jogar no suposto demônio. Feito isso, ela está livre para se tornar uma mulher adulta.
avatarUma tribo nigeriana, chama de Iria, um ritual com moças entre 14 e 16 anos que são levadas para lugares onde recebem alimentos pesados até engordar. Durante vários dias elas cantam canções. A tribo Okrika acredita que essas jovens podem ter ligações amorosas com espíritos aquáticos, por isso cantam músicas tradicionais da tribo antes de casar. É no último dia do rito que as meninas passam nas águas, com uma mulher mais experiente, a fim de levá-las para longe dos espíritos que podem pegar as moças novamente.
avatarUm ritual da tribo amazonense Satere-Mawe é muito doloroso. Para provar masculinidade os garotos da tribo tem que colocar as mãos dentro de uma luva cheia de formigas-bala. Só para se ter uma ideia da dor, a mordida dessa formiga é 20 vezes mais dolorida que a de uma vespa. Durante 10 doloridos minutos os meninos tem que dançar com as mãos dentro da luva. A dor é tão forte que é possível acontecer convulsões, além disso, a dor pode durar 24 horas.

Favoritar